Um dos maiores cruzeiros de luxo do mundo parou em Lisboa: fomos visitá-lo

Esteve durante oito horas no novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa e a DN Ócio aproveitou para visitar um dos 17 navios da famosa companhia Princess Cruises, o Sapphire Princess. Saiba mais sobre o luxuoso cruzeiro e conheça as novidades para o próximo ano.

Texto de Alexandra Pedro | Fotografia Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

«Love, exciting and new/Come Aboard. We’re expecting you/ Love, lifes sweetest reward/Let it flow, it floats back to you»

A música é da autoria de Jack Jones, músico norte-americano que deu voz ao genérico da famosa série The Love Boat, em exibição entre 1977 e 1986. O enredo, que mostrava a vida dentro de um navio – com as habituais atrocidades de um cruzeiro e os relacionamentos que por lá existiam – ostentava também o luxo daquele navio e as viagens pelo mundo, uma delas com paragem em Lisboa.

Em nove anos, a série recebeu vários prémios, ficou nomeada para outros tantos, foi exibida em vários países, nomeadamente em Portugal (pela RTP, na década de 80), e serviu também de inspiração para a companhia Princess Cruises (homenagem ao Pacific Princess, nome do navio onde se desenrolavam os episódios da série e que foi detido pela empresa até 2002).

A DN Ócio teve a oportunidade de visitar um dos 17 navios desta companhia, o Sapphire Princess. Os números falam por si: 1337 camarotes, sendo que 750 tem varandas privadas, capacidade para 2674 hóspedes, uma tripulação de 1238 pessoas e 290 metros de comprimento por 63 de altura.

Depois da curta paragem por Portugal, em que esteve no novo terminal de cruzeiros de Lisboa cerca de oito horas, o Sapphire Princess regressou a Southampton (Inglaterra) – cidade que em 2019 figurará em vários itinerários deste navio (já lá iremos).

Quanto mais viagens fizerem na companhia Princess Cruises mais regalias e privilégios os visitantes vão conquistando.

No interior, os espaços de entretenimento e restauração revelam-se em abundância. Alfredo’s Pizzaria, Sabatini’s, Sterling Steakhouse e Internacional Café (aberto 24 horas) são apenas alguns dos restaurantes do navio.

É ainda possível visitar uma galeria de arte, a biblioteca do navio, assistir a uma peça de teatro no Princess Theater, apostar no Casino ou fazer algumas compras nas lojas do cruzeiro.

Há também piscinas exteriores e interiores, zonas de jacuzzi, ginásio e uma zona especialmente dedicada a massagens para casais. No final do dia, pode ainda dirigir-se ao Night Club e dançar ao ritmo do DJ ou de uma banda convidada. Para os mais românticos, há também cinema ao ar livre.

Na fotogaleria em cima poderá ver em detalhe todos estes espaços e deslumbrar-se com o luxuoso navio da Princess Cruises.

Novidades no próximo ano

Apesar de não haver itinerários definidos, sabe-se que o Sappfire Princess vai sair de Singapura já em janeiro com a duração de oito dias. Depois disso, em abril vai partir de Southampton durante 12 dias e também de Civitavechia (Roma). Em maio e agosto sairá novamente de Southampton.

Os preços das suítes variam consoante o tipo de viagem e o navio em que vai estar instalado. Na viagem que o Sapphire Princess irá fazer à Noruega em julho de 2019 (durante oito dias), o preço da suíte é de 1950 euros em ocupação dupla (3900 euros).

A companhia de cruzeiros quer ter cinco novos navios até 2025.

Na viagem ao Alasca, por exemplo, uma das favoritas dos portugueses, de acordo Fernando Santos, sócio-gerente da GlobalSea CruiseXperts, agencia da Princess Cruises em Portugal, o preço da suíte é de 2400 euros por pessoa (4800 euros). Esta viagem irá realizar-se em setembro próximo no navio Grand Princess.

No site da companhia de cruzeiros pode reservar e acompanhar os itinerários que vão sendo disponibilizados.

Mas há mais novidades. A meta da companhia é chegar aos cinco novos navios até 2025. Já no próximo ano, é esperado em outubro o Sky Princess, com suítes Premium, com capacidade para 3.660 passageiros e camarotes que podem incluir até cinco pessoas.

No ano seguinte, está ainda previsto o Enchanted Princess – do qual ainda não foram dados novos detalhes – e mais três novos navios nos anos seguintes (em 2022, 2023 e 2025).