Transporte futurista promete velocidade até aos 1.000 km/h

A UNStudio revelou os primeiros detalhes do protótipo do hyperloop, um meio de transporte que transporta passageiros e cargas em cápsulas que podem atingir os 1000 km/h. As cápsulas levitam acima da pista e movem-se dentro de tubos metálicos com ar de baixa pressão.

Várias empresas estão a trabalhar no protótipo do hyperloop, e a UNStudio em parceria com a Hardt, é uma delas. O projeto anuncia uma ligação entre Amesterdão e Frankfurt em apenas 53 minutos.

«O sistema modular permite integrar módulos acima e abaixo do solo. O Hyperloop não é apenas uma alternativa viável e realista. Vai revolucionar as viagens. Proporcionará tempos de viagem extremamente rápidos com conexões diretas entre as cidades», disse o fundador e diretor da UNStudio, Ben van Berkel.

Desenvolvido como uma opção sustentável às viagens aéreas, o Hyperloop utiliza tecnologia alimentada por painéis solares e tem como objetivo ser o primeiro sistema de transporte 100% elétrico que pode transportar com segurança vários passageiros em velocidades e tempos de viagem sem precedentes.

Com uma velocidade de 600 a 1.000 km/h, uma viagem de 450 quilómetros entre Amsterdão e Frankfurt poderia durar pouco mais de 50 minutos. Se em vez de recorrer ao avião, apenas 2 milhões de passageiros que fazem esta ligação por ano, viajassem no Hyperloop, economizar-se-iam 83.690 toneladas de emissões de dióxido de carbono por ano.