Meditar e flutuar dentro de uma cápsula. Mas não é para todos.

A carregar vídeo...

Parece um caixão super tecnológico, ou talvez um solário, com água incluída. Mas não. Trata-se de um tanque de flutuação. O objetivo? Relaxar ao máximo. E até meditar.

Em Aspen, Colorado, há retiros inusitados. No Dancing Bear, há tanques de flutuação, ou cápsulas, preenchidas com água e sal, para simular a ausência de peso. Há quem gaste dezenas de milhares de euros, a instalar em casa estes tanques, que lhes permitem flutuar, em gravidade zero. Dizem os especialistas que acelera a recuperação muscular e estimula a criatividade.

À venda na Superior Float Tanks, em Norfolk, o Evolution Float Pod custa entre 22 e 25 mil euros. O preço pode chegar aos 38 mil se optar por outras caraterísticas como som subaquático para meditação.

Há moradores que optaram por transformar a sua sala de jantar em áreas de relaxamento de alta tecnologia, como revela o Mansion Global. Francie e Ali Nilforushan têm agora uma câmara hiperbárica de oxigenoterapia, uma sauna com infravermelhos, um duche a vapor e iluminação terapêutica. Mas, claro, não esqueçamos o tanque de privação sensorial com dois metros de altura.

É durante cerca de 30 minutos e uma hora que passam a flutuar em água salgada, em total silêncio e escuridão, como que a meditar. «É a melhor hora do dia, se tiver uma vida agitada», diz Nilforushan ao Mansion Global, ex-cavaleiro olímpico de 42 anos que agora participa de eventos desportivos em todo o país. Fá-lo quatro vezes por semana, começando cada sessão com música meditativa.