Este sábado há mercado de Natal com produtores 100% nacionais

Em jeito de celebração do ano que passou e do Natal que aí vem, o Iberostar Lisboa – que chegou à capital em outubro de 2017 – organiza este sábado um mercado de Natal. Gastronomia, showcooking com o chef Jorge Fernandes, artesanato e peças em cortiça são alguns dos produtos que estarão à venda na sala Lisboa do hotel localizado no centro de Lisboa.

A Iberostar Lisboa convida clientes e o público em geral para um mercado de natal que reúne 20 marcas de produtores nacionais, como a Aromas Reais Gourmet, a Ervideira, a 2Simple2, os Biscoitos Paupério, ou a Alquimia Positiva, entre muitas outras. Compotas e chutneys, chás e infusões, bolachas e biscoitos, licores e vinho, cogumelos e gelados, e muito mais estarão disponíveis em pequenas bancas nos 300 metros quadrados da Sala Lisboa, entre as 10h e as 20h deste sábado.

«É a primeira vez que organizamos este mercado. Estamos muito entusiasmados. O hotel está com um ano, abrimos a 5 de outubro de 2017, e já tivemos a ideia no ano passado mas foi muito em cima da hora para colocar o mercado em funcionamento no Natal», começa por explicar Inmaculada Muñoz, diretora do hotel em Lisboa. Oriunda de Huelva, mudou-se para Lisboa há pouco mais de um ano e confessou estar completamente rendida. «Adoro Lisboa, as pessoas, tudo. Estou apaixonada pela cidade.»

O chef Jorge Fernandes, do Restaurante Luz, será o anfitrião de um showcooking a partir das 13h com opções como o Tártaro de Atum com Abacate, Miolo de Vieira com Batata-Doce, Risote de Lavagante, Polvo com Chouriço Alentejano, Lombo de Borrego em Crosta Provençal, Prensado de Porco, sobremesas Mil-Folhas de Abade Priscos e Cheesecake de Requeijão.

Com 166 quartos, a maioria dos clientes são estrangeiros. «A principal nacionalidade são franceses, espanhóis, brasileiros, americanos e ingleses. Mais estrangeiros que portugueses. A ideia do deste sábado mercado não é só convidar os clientes mas o público em geral. A ideia é que seja um evento para Lisboa».

De acordo com a responsável, o ano de 2018 correu muito bem. «Cumprimos os objetivos em termos de ocupação e económicos. Os objetivos para 2019 também são muito ambiciosos. Correu melhor do que estávamos à espera», explicou. A vice diretora do hotel, Rita Fernandes, acrescenta: «Temos uma taxa média de ocupação de 72%, o que é muito bom.»

Quanto ao ano que se aproxima, Inmaculada Muñoz confirma que a cadeia vai abrir mais um hotel no Algarve. «Mas não posso falar muito ainda sobre isso. Estamos a crescer muito em termos de hotéis urbanos, há muito tempo que queríamos entrar em Portugal, em Lisboa, particularmente. E estamos sempre à procura de mais hotéis em Lisboa e no Porto», disse ainda.

Durante a apresentação do mercado deste sábado, a marca aproveitou ainda para apresentar o menu especial da consoada, confecionado pelo chef Jorge Fernandes, que está no Restaurante Luz desde antes da abertura. A refeição, no valor de 65 euros, começa com um Amouse bouche composto por Ninho de batata com trufa, gema a baixa temperatura e presunto ibérico – que celebra, segundo o chef, um casamento feliz entre Portugal e Espanha. Segue-se um Bacalhau confitado sobre arroz caldoso de lingueirão, ainda como entrada. Como peixe, o chef serve Polvo assado com pimentão fumado, panqueca de batata violeta e alho francês grelado e o prato de carne reserva aos convidados um Lombo de novilho assado com tomilho e polenta com puré de pastinaca. Para sobremesa, o chef sugere um Pain perdu com gelado de requeijão, gel de abóbora e ananás grelhado.