Casa Relvas proporciona verdadeira experiência de vindima

Durante um mês até 20 de setembro, o Enoturismo da Casa Relvas organiza um programa especial para a Vindima 2018, que permite aos visitantes participar no processo de produção, desde a colheita até à chegada ao copo.

«Mãos à obra e pés na uva: É tempo de Vindima na Casa Relvas!» é a frase que a empresa produtora de vinho regional alentejano escolheu para batizar o programa deste ano, que promete proporcionar a todos os que por lá passem uma experiência que marcará a forma como o vinho é apreciado.

O programa dura cinco horas e foi concebido especialmente para a época da colheita das uvas. Contempla um passeio pela vinha (de jeep ou bicicleta), onde o visitante identifica castas, faz uma análise sensorial de bagos, grainhas e engaços, uma análise laboratorial da maturação e vindima manualmente. De regresso à adega, o visitante tem a oportunidade de pisar as uvas com os pés, fazer uma prova de mostos, remontagem de vinho da Talha e, como manda a tradição, provar o vinho.

Para os apreciadores da gastronomia alentejana, o programa deixa à escolha do visitante a opção de poder terminar com um almoço caseiro, acompanhado pelos vinhos produzidos na Casa Relvas. Preparado com os ingredientes da região, o almoço é confecionado por anciãs da aldeia de S. Miguel de Machede – uma parceria local que a Casa Relvas mantém há uns anos – com a Suão – Associação de Desenvolvimento Comunitário.

A Casa Relvas criou ainda este ano uma área especialmente concebida para os caravanistas estacionarem os seus veículos (Stopover). O programa Enoturismo Casa Relvas – Vindima 2018 custa 40 euros sem almoço e 60 euros com almoço.