20 sugestões para celebrar o Dia da Criança

No Serralves em Festa há muitas atividades para toda a família (Rui Oliveira / Global Imagens)

No próximo sábado é o Dia Mundial da Criança. Oportunidade para miúdos e graúdos fazerem algo ainda mais especial. Fomos à procura de coisas mesmo giras para partilhar este dia. Há para todos os gostos e bolsas, por isso é desfrutar.

1. Escalada e mergulho nos jardins do Palácio de Belém
O desafio é radical. No Dia da Criança, os Jardins do Palácio de Belém estão abertos com várias atividades entre as 10h00 e as 18h00 (atenção, a última entrada é às 17h00) os visitantes podem experimentar escalada, slide, mergulho, andar a cavalo e de charrete (saiba mais aqui)
Mais informações pelo 213 614 980 e no email museu@presidencia.pt.

2. O LU.CA faz anos e tem festa e bolo!
O LU.CA – que é o diminutivo de Teatro Luís de Camões – faz um ano e há festa rija durante três dias. O melhor é ter o programa sempre por perto, até porque todas as atividades são gratuitas. Nestes dias o LU.CA também sai de portas e desdobra-se em atividades várias pela Calçada da Ajuda, que se vai transformar em pista para as passagens de EZ Aviador (dias 1 e 2, às 15h00, 16h00 e 18h00) e receber várias oficinas. E como em todas as festas, no primeiro aniversário do LU.CA não podia faltar a festa, com uma cake designer que vai fazer “uma criação de se ver e provar mais”. Nos dias 1 e 2 às 16h30, a sala do teatro recebe Smashed, uma mistura de circo e teatro inspirada na obra da coreógrafa Pina Bausch. As entradas são limitadas à capacidade da sala e estão disponíveis na bilheteira a partir das 15h00.
O LU.CA fica na Calçada da Ajuda, 80, em Lisboa.

3. Conhecer os morcegos do Castelo de São Jorge
Aventura garantida num dos pontos mais emblemáticos de Lisboa. E que tal descobrir, observar e identificar as diferentes espécies de morcegos que habitam no Castelo de São Jorge com a ajuda de um detetor de ultrassons? Este passeio noturno guiado por um biólogo, que começa às 20h30, é uma forma diferente de conhecer este monumento cheio de história(s). Realiza-se este sábado (e repete nos dias 8, 15, 22 e 29 de junho), o bilhete família custa 20 euros e é necessário inscrição prévia. No final, miúdos e graúdos vão conseguir distinguir entre o morcego-rabudo, o morcego-anão, o morcego-de-água e o morcego-hortelão – ou, pelo menos, perceber a importância destes mamíferos nos ecossistemas.
Castelo de São Jorge, Lisboa. Inscrições 218 800 620 | info@castelodesaojorge.pt.

Visitar o Castelo de São Jorge em família é uma das propostas para este dia (Gerardo Santos / Global Imagens)

4. Ir ao Teatro Azul como gente grande
O Teatro Municipal Joaquim Benite, também conhecido como Teatro Azul, vai dedicar este sábado às crianças (e a quem as queira acompanhar). Às 11h00 e às 16h00 apresenta-se D. Raposa e outros animais, a partir das Fábulas de La Fontaine, com encenação de Teresa Gafeira na Sala Experimental. Uma viagem ao tempo em que os animais falavam para entrar no mundo dos livros através do teatro. Mais tarde, às 18h00, na Sala Principal, toca a Orquestra Geração. Esta orquestra juvenil, com 170 elementos, junta alunos de escolas dos concelhos da Amadora, Almada, Lisboa, Oeiras, Loures, Sesimbra, Vila Franca de Xira e Coimbra. Vai percorrer um reportório variado, do jazz à música erudita. A entrada para todas estas atividades é gratuita. Os bilhetes podem ser levantados no próprio dia a partir das 10h00, na bilheteira do TMJB.
O Teatro Municipal Joaquim Benite fica na Av. Professor Egas Moniz, Almada.

5. Fazer de Serralves uma grande festa
De 31 maio a 2 de junho, o museu e parque da Fundação Serralves, no Porto, estão em festa com 50 horas de programação e entrada gratuita. São os 30 anos da instituição e as propostas para estes dias destinam-se a vários públicos. Oportunidade para visitar com os seus filhos, mostrando-lhes a exposição de Joana Vasconcelos, I’m your mirror, ou participando nas atividades no parque. Sábado às 10h30, na Clareira dos Teixos, decorre uma oficina de Filtros Fotográficos dirigida aos mais novos. Às 12h00, tem lugar uma visita orientada para famílias que vai desvendar os segredos e lendas de Serralves. Mas há muito mais entre dança, performances, visitas às esculturas do parque ou DJ para dançarem todos já com a noite bem escura.
Fundação de Serralves, Porto.

No Serralves em Festa há muitas atividades para toda a família (Rui Oliveira / Global Imagens)

6. Ver estrelas no Carmo
E que tal ver as estrelas de Lisboa? O espetáculo Lisbon Under Stars vai estar nas ruínas do Carmo até 17 de junho, mas o Dia da Criança é um belo pretexto para pôr pais e filhos de nariz no ar no centro da cidade. (saiba mais aqui)
Museu Arqueológico do Carmo, Lisboa. Bilhetes a 15 euros (informações: 912 620 782).

7. Pôr a mão na lã na Covilhã
Terra de indústria têxtil, a Covilhã teima em não deixar morrer a memória dos lanifícios da cidade. Este sábado, o New Hand Lab convida as famílias a fazer uma viagem num Carocha sem rodas nem motor. Acontece na fábrica Júlio Afonso/António Estrela e é uma das formas de manter vivo o património têxtil. O programa começa às 14h30 com uma visita à fábrica, seguida de uma atividade criativa para a qual estão convidados pais e filhos.
Mais informações em coolwool.pt.

8. Partilhar a paixão dos jogos
Se não os podes vencer, junta-te a eles, lá diz o ditado. Este fim de semana (sexta, sábado e domingo), a Cordoaria Nacional, em Lisboa, recebe a Worten Game City. Todos os jogos vão ali estar, a par dos mais recentes lançamentos. (saiba mais aqui)
Cordoaria Nacional, Belém, Lisboa.

9. Yoga e meditação em família
Entre as 10h00 e as 19h00, o Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa, acolhe O Pequeno Buda. Trata-se de um festival de yoga e meditação destinado a crianças, onde todas as atividades estão direcionadas para o público infantil e juvenil. São várias as propostas, desde yoga para famílias a jogos de pedagogia Waldorf, massagem para crianças ou workshops de nutrição. É tudo gratuito e a organização aconselha a utilizar meios alternativos de transporte – portanto a festa pode começar logo de bicicleta até ao Centro de Interpretação Monsanto, onde tudo acontece.
Parque Florestal de Monsanto, Lisboa.

10. Fazer um piquenique e jogos e tudo
Nem para os que não apreciam as formigas há desculpa. A oferta de belas mantas, cestas, cadeiras e mesas de piquenique, bem como os parques de merendas com sombras e zona de lazer, estão um pouco por todo o país. Fazer um piquenique, quer despachando a ementa com um frango assado para se dedicar a cem por cento às brincadeiras, ou preparando toda o banquete ao pormenor, envolvendo os mais novos, com fruta e umas belas sandes, é um programa de sucesso garantido. Não se esqueça de levar a bola, as raquetes de badmínton ou as cartas de jogar e brincar com os seus filhos, todo o dia, sem preocupações. E um livro, porque uma história ali tem outro sabor – o Lá Fora, Guia para Descobrir a Natureza, da Planeta Tangerina, vai ajudar a despertar a curiosidade em futuros biólogos.

11. Ouvir histórias no Oceanário e salvar o cavalo-marinho
O conto O Xerife da Ria Formosa vai dar o mote para o Dia da Criança no Oceanário de Lisboa. A partir da história de Ricardo Henriques, com ilustrações de Ana Seixas, sensibiliza-se os miúdos para a proteção dos cavalos-marinhos da Ria Formosa.
Oceanário de Lisboa, Parque das Nações, Átrio Principal, às 10h30, 11h30, 12h30, 14h00, 15h00, 16h00 e 17h00.

12. Fazer bolachas com a Tia Cátia
Um workshop de Confeção e Decoração de Bolachas para toda a família com a chef Cátia Goarmon é a proposta para este dia da Supper Stars.
Feira do Livro de Lisboa (Espaço Showcooking), 11h30.

13. Festival Imaginário em Sintra
O desafio é descobrir os espaços verdes da vila através de atividades, performances e exposições. Tudo acontece na Quinta da Ribafria, entre as 10h00 e as 22h00, durante todo o fim de semana. Há propostas para todas as idades.
Quinta da Ribafria, Sintra, 5 euros/crianças e 10 euros/adultos.

14. Sobretudo – não é um casaco, é um livro
A Associação Oficina do Cego apresenta a sua nova publicação: Meninos e meninas, eis o Sobretudo. Trata-se de um livro para riscar, pintar, cortar, montar, enviar, carimbar e pensar. A apresentação decorre na livraria Baobá, em Campo de Ourique, Lisboa, e quem lá for vai aprender mais sobre serigrafia num workshop.
Livraria Baobá, Rua Tomás da Anunciação 26 B, 11h00.

Um livro para pintar e brincar. Da Oficina do Cego (DR)

15. Sem os olhos em bico, no Museu do Oriente
Este fim de semana há propostas para todas as idades no Museu do Oriente. O workshop Caixas, Caixinhas e Caixotes, para bebés, o curso de chá ou de escrita criativa para maiores de 16 anos, ou ainda o de origami para maiores de 5.
O Museu do Oriente fica na Av. Brasília 352, em Lisboa, e os workshops têm inscrição limitada e custam entre 4 e 55 euros.

Origami no Museu do Oriente para toda a família (DR)

16. Aventuras especiais no Jardim Zoológico
A vida animal é uma animação que ninguém vai querer perder em dia nenhum, e muito menos no da Criança, a 1 de junho, altura em que haverá atividades que juntam desde a música ao teatro para momentos inesquecíveis em família. (saiba mais aqui)
Jardim Zoológico de Lisboa, Estrada de Benfica 158-160, Sete Rios, Lisboa. O bilhete inclui todas as apresentações e atrações e varia entre 14,50 euros (dos 3 aos 12 anos) e 22 euros (dos 13 aos 64 anos).

17. A Bela e o Monstro como nunca os viu
E porque o Dia da Criança é quando as famílias quiserem – o que significa que as atividades não têm todas que se esgotar num único fim de semana –, a Companhia Rituais dell Arte faz no próximo sábado (dia 8 de junho) a estreia nacional do musical A Bela e o Monstro no Reino de Panwa, a arrancar pelas 14h30 no Teatro Bernardim Ribeiro, Estremoz. Nesta nova versão do clássico infantil escrito e encenado por Miguel Ruivo Duarte, tudo começa quando o príncipe Panwa, após rejeitar e humilhar a cigana Agripina, sofre uma maldição que o transforma em monstro. Para quebrá-lo, como não podia deixar de ser, será preciso que uma mulher se apaixone e lhe dê um beijo de amor verdadeiro, não comprado. Ah, e neste palácio também vivem um candelabro, um bule e a estranha sanita anitta.
Sessão no Teatro Bernardim Ribeiro, Av. 25 de Abril, Estremoz. Bilhetes entre os 6 euros (até aos 12 anos) e os 10 euros. Mais informações: 968 130 532.

18. DJ Riscas dá música ao pessoal
O Braga Parque antecipa-se e começa a festa do Dia da Criança logo a 31 de maio, na escadaria central do shopping, com toda a animação a cargo do Riscas, a zebra saxofonista da Banda do Panda que agora viaja até ao norte para dar quatro espetáculos imperdíveis: um dj set às 10h30 e outro às 15h00, na sexta-feira, e mais dois no sábado – às 11h30 e às 15h00. No final do ano passado, com o remix de um dos grandes êxitos do Festival Panda (“Põe as mãos no ar”), o Riscas assumiu definitivamente a mesa de mistura do Canal Panda. Os benefícios deste projeto passam por desenvolver a musicalidade e a expressão corporal das crianças ao combinar ritmo e relaxamento muscular.
Escadaria central do Shopping Braga Parque, Quinta dos Congregados – S. Vítor, Braga.

19. Descobrir a vida secreta dos bichos
E se os animais de estimação tivessem outras vidas (por sinal bem mais interessantes) sempre que os donos saem para o trabalho e para a escola? E se pudéssemos todos matar saudades de Max, Duke, Pompom, Gidget, Chloe e Mel antes do dia 6, a data em que A Vida Secreta dos Nossos Bichos 2 estreia finalmente nos cinemas? (saiba mais aqui)
Sessões especiais de pré-estreia a nível nacional, com bilhetes à venda nos locais habituais.

20. Acampamentos e histórias
São capazes de ser duas das coisas de que as crianças dos 8 aos 10 anos mais gostam: acampamentos e histórias. E assim sendo, o regresso do Acampar com Histórias/Noites Happy Meal Readers é capaz de ser dos eventos mais aguardados na Feira do Livro de Lisboa. (saiba mais aqui).
Feira do Livro de Lisboa, Parque Eduardo VII. A seleção das 25 crianças por noite faz-se por ordem de inscrição.