Vinhos portugueses fora do top 10 da Wine Spectator

Prestigiada revista norte-americana escolheu os cem melhores vinhos de 2018. O top ten foi hoje revelado e contempla vinhos italianos, franceses, espanhóis e norte-americanos. O melhor do mundo é italiano. Fixe este nome: Sassicaia 2015.

Texto de Marina Almeida

Da Toscânia para o mundo: o Sassicaia 2015 é o vinho do ano da Wine Spectator. O vinho, dos produtores Tenuta San Guido, conquistou 97 pontos e os elogios dos críticos da revista norte-americana. Encabeça os dez melhores vinhos de 2018, numa lista hoje divulgada que deixa de fora Portugal nos lugares cimeiros.

No segundo lugar surge o francês St.Emilion 2015 de Château Canon-La Gaffelière e, a fechar o pódio, outro italiano, novamente da região da Toscânia, o Castello di Volpaia Chianti Classico Riserva 2015. O espanhol Rioja Gran Reserva Selección Especial 2005 consegue o quarto lugar, quebrando um quadro dominado pelos vinhos italianos, com três rótulos em destaque, dois nos lugares cimeiros, os franceses e os norte-americanos.

Do vinho vencedor, o Sassicaia, com as castas Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc, foram feitas 17200 garrafas. As notas de prova do crítico Bruce Sanderson refere: «Rico e concentrado, este tinto apresenta sabores de groselha negra, amora, violeta, mineral e especiarias. Densas, mas vivas, estruturadas mas impecavelmente equilibradas, com uma acidez vibrante que impulsiona o longo e frutado final de boca. O carvalho é lindamente integrado». Segundo o crítico, este é um vinho para guardar: «melhor de 2023 a 2042», escreve. Cada garrafa custa 216 euros.

A Garrafeira Nacional, em Lisboa, tem à venda este vinho, mas de colheitas anteriores. Uma garrafa de 2014 de Tenuta San Guido Sassicaia Bolgheri tinto custa 214,80 euros e uma de 2014 custa 182,50 euros.

A lista completa dos cem melhores vinhos do ano 2018 pela Wine Spectator será divulgada na próxima segunda-feira. Aí saberemos qual a valorização dada pela prestigiada revista aos vinhos nacionais.

A revista norte americana fundada em 1976 é considerada uma das mais influentes do setor.

Top Ten vinho do ano 2018 Wine Spectator:

1. Tenuta San Guido, Bolgheri-Sassicaia Sassicaia 2015, Itália (Toscânia), 97 pontos, 17 200 garrafas, 245 dólares (216 euros)
2. Château Canon-La Gaffelière, St.-Emilion 2015, França (Bordéus), 96 pontos, 6250 garrafas, 84 dólares (74 euros)

3. Castello di Volpaia, Chianti Classico Riserva 2015, Itália (Toscânia), 96 pontos, 2500 garrafas, 35 dólares (30 euros)

4. La Rioja Alta, Rioja 890 Gran Reserva Selección Especial 2005, Espanha (Rioja), 95 pontos, 4735 garrafas, 175 dólares (154,50 euros)

5 Moët & Chandon, Brut Champagne Dom Pérignon Legacy Edition 2008, França (champagne), 96 pontos pontos, 180 dólares (159 euros)

6. Aubert, Chardonnay Carneros Larry Hyde & Sons 2016, EUA (Califórnia), 96 pontos, 960 garrafas, 85 dólares (75 euros)

7. Colene Clemens, Pinot Noir Chehalem Mountains Dopp Creek 2015, EUA (Oregon), 95 pontos, 3023 garrafas, 26 dólares (30 euros)

8. Le Vieux Donjon, Châteauneuf-du-Pape 2016, França (Rhóne), 95 pontos, 7000 garrafas, 70 dólares (62 euros)

9. Tenuta delle Terre Nere, Etna San Lorenzo 2016, Itália (Sicília), 95 pontos, 750 garrafas, 60 euros (53 euros)

10. Bedrock, The Bedrock Heritage Sonoma Valley 2016, EUA (Califórnia), 95 pontos, 600 garrafas, 46 dólares (41 euros)