Prada convida a contrariar o cinzento do outono (que ainda não chegou)

Para um setembro colorido, a Prada sugere uma fusão de cores e padrões. A mala em couro de novilho Séverine, que custa 2000 euros, apresenta um acabamento suave, com uma impressão de serigrafia e gráficos coloridos, a amarelo, verde ou magenta.

É por isso uma das opções para celebrar a cor, enquanto se prepara para alguns dias mais cinzentos que hão de marcar o arranque do outono.

A marca, fundada em 1913 em Milão, aposta nos detalhes, numa abordagem muitas vezes contrária e contraditória ao design corrente.