Portugal Fashion viaja até Milão com desfile de Miguel Vieira

O Portugal Fashion abre a temporada internacional em 2019 com a primeira fashion-stop em Milão. Miguel Vieira é o mestre de cerimónias que abre as portas da cidade de onde se avistam os Alpes.

O criador fará a quinta participação consecutiva na Milano Moda Uomo no dia 12 de janeiro, na Via Tortona 54, integrando assim o calendário oficial da Semana de Moda masculina, organizado pela Camera Nazionale della Moda Italiana.

Miguel Vieira decidiu celebrar o inverno em África, usando-o como inspiração para a sua coleção outono/inverno 2020. Uma visão global da moda e do estreitar fronteiras entre latitudes e longitudes.

«É o homem que tira a camisa e fica só com a (sua) pele. Onde a rigidez dá lugar à descontração e o outro lado da personalidade do homem Miguel Vieira surge em evidência. Para o homem Miguel Vieira vestir é uma forma de arte, bastando, para isso, apenas um fato», explica o designer.

Os tecidos grossos e estruturados dão lugar a materiais mais leves e frescos, como que telas em branco onde se celebra a cultura e a inovação. Elementos geométricos surgem lembrando estampados étnicos, assentes no azul do céu e bege da areia, servindo de base a outras cores que, em conjunto, contam uma história.

Miguel Vieira celebra um inverno passado em África «que tem como cenário as vibrantes cidades cosmopolitas, onde histórias e tradições são transpostas para o século XXI, renovando a liberdade de vestir do homem moderno».

Bege bronze, laranja ocre, amarelo caril, azul celeste, castanho tabaco e azul marinho são as cores eleitas por Miguel Vieira. Os materiais são a bombazina e o veludo, estampado e vinilizado; o pelo, as lantejoulas estampadas e os tecidos acolchoados.

Nos acessórios, Miguel Vieira opta pelas botas de montanha e sapatilhas bota-meia; sacos de compras, bolsas e cintos de pele; óculos e colares personalizados. Depois de Milão, o Portugal Fashion segue para outra paragem internacional: Paris é a segunda fashion-stop do projeto de moda nacional.