Estes são alguns dos segredos do Salão Internacional de Alta Relojoaria

O Salão Internacional de Alta Relojoaria em Genebra já arrancou e a DN Ócio dá-lhe conta das novidades apresentadas pela Panerai, marca de relógios fundada em 1860, em Florença.

Janeiro é o mês da apresentação da coleção para 2019 no Salão Internacional de Alta Relojoaria em Genebra. Até quinta-feira, a marca que, durante muitos anos foi o fornecedor de instrumentos de alta precisão da Marinha Italiana, lançou seis novos modelos que estavam envoltos em secretismo.

Começamos pelos dois novos Panerai Submersibles com caixas de 42 mm de diâmetro, e que vêm equipados com um calibre de Manufatura OP XXXIV, um movimento automático com uma reserva de marcha de três dias, o padrão básico dos movimentos da Panerai. Os dois modelos em aço inoxidável, têm um disco em cerâmica aplicado no bisel rotativo que confere a estas novas criações um aspeto desportivo, poderoso e contemporâneo, adequado para qualquer pulso visto a caixa ter apenas 42 mm.

O novo Submersible BMG-TECH é um exemplo das habilidades inovadoras do Laboratorio di Idee da Panerai. A identidade da marca é expressada neste modelo pela caixa de 47 mm de diâmetro em aço escovado e feita em BMG-TECH.

A Panerai apresenta ainda dois novos Panerai Submersible Carbotech, relógios de mergulho profissionais em carbotech, um material leve à base de fibra de carbono, resistente e com excelentes propriedades mecânicas. O modelo está disponível com um diâmetro de 42 mm e de 47 mm.

As novidades continuam com um modelo limitado a apenas 15 unidades: o Panerai Submersible Chrono Guillaume Néry Edition. O novo cronógrafo submersível é inspirado por Guillaume Néry, o campeão francês de mergulho em apneia reconhecido internacionalmente pelos recordes que bateu e pelas suas fabulosas fotografias subaquáticas. O mostrador garante uma boa legibilidade sob todas as condições de luminosidade e até no escuro, graças aos marcadores luminosos brancos, que se destacam fortemente do fundo cinzento cor de tubarão.

O Panerai Submersible Marina Militare Carbotech funciona como um verdadeiro instrumento de sobrevivência.

Segue-se o Panerai Submersible Marina Militare Carbotech – com uma edição limitada de apenas 33 unidades – e que funciona como um verdadeiro instrumento de sobrevivência: um relógio profissional subaquático com características técnicas destacadas e um aspeto decididamente militar, dedicado à associação histórica entre a empresa e a marinha italiana.

Para finalizar, com apenas 19 exemplares fabricados, surge o Panerai Submersible Mike Horn Edition, inspirado num dos mais extraordinários exploradores vivos, que também é embaixador da Panerai há mais de 15 anos. Este não é apenas um relógio de mergulho profissional, mas um compêndio de soluções inovadoras para contribuir para a proteção do nosso planeta. O modelo foi feito em Eco-Titanium, um material introduzido pela primeira vez no mundo da alta relojoaria pela Panerai, obtido não da exploração de recursos naturais, mas a partir de titânio reciclado. A correia preta, leve, forte e resistente, também é feita com um material concebido para minimizar o impacto ambiental, obtido a partir de PET reciclado.

Ligação ao mar que continua nesta parceria

Será também durante o evento internacional que a marca anunciará uma parceria de vários anos com a Luna Rossa Challenge. A colaboração passa pelo regresso da equipa Luna Rossa à Taça da América em vela – o troféu mais antigo do mundo desportivo. O acordo foi assinado pelo diretor-geral da Panerai, Jean-Marc Pntroué e por Patrizio Bertelli, presidente da Luna Rossa e CEO do Grupo Prada, patrocinador titular do Luna Rossa com a Pirelli.

A Panerai criará uma série de relógios inspirados diretamente nas tecnologias e nos materiais usados na America’s Cup. Os novos relógios serão usados pelos membros da equipa de vela Luna Rossa, liderada por Massimiliano «Max» Sirena, que já venceu duas vezes a America’s Cup. A primeira etapa ocorrerá em Cagliari, Sardenha, onde a equipa Luna Rossa se encontra sedeada.

No mostrador foram aplicados fragmentos das velas do Luna Rossa.

O primeiro relógio inspirado nesta parceria entre a Panerai e o Challenger do Record da 36.ª edição da America’s Cup é o Submersible Luna Rossa, um relógio de mergulho hermético até uma profundidade de 300 metros com uma caixa feita em carbotech. A leveza, resistência aos choques externos e ausência de corrosão são algumas das características do modelo. O aspeto preto mate estriado da caixa (47 mm) deve-se à especial disposição das fibras de carbono e confere a cada relógio um aspeto desportivo, de alta tecnologia e muito singular.

Destaque ainda para o mostrador, cuja textura esconde um segredo, uma vez que foram aplicados fragmentos das velas do Luna Rossa. As indicações no mostrador são claramente visíveis inclusive debaixo de água.