Apartamento de três pisos no Chiado

A localização pedia um toque de sofisticação e um projeto que fizesse justiça à zona privilegiada da cidade, afinal estamos no coração de Lisboa, no Chiado, com vista para o Tejo e o sol a inundar o espaço de luz natural.

Texto Cláudia S. Carvalho

Os mais 300 metros quadrados estão repartidos por três pisos, dois deles ligados por uma escadaria ampla que dá ao espaço um estilo muito aberto e arejado. É esse ambiente sofisticado mas também descontraído que é o mote do projeto de Rita Baptista e Tânia Santos, arquiteta e designer de interiores do gabinete Ana Roque Interiores.

O tom é dado logo no hall de entrada onde está um aparador de nogueira escura e pés dourados, um quadro em tons terra e um candeeiro de bolas de inspiração vintage. O chão em mármore de Carrara segue até às escadas de acesso ao andar superior.

No andar de cima fica a suíte mais pequena, e provavelmente a mais acolhedora, e uma sala de estar. No quarto, os tons de verde e o azul petróleo da base da cama são complementados pelo papel de parede com flores no mesmo tom que mantém a sobriedade.

Um apontamento mais exuberante: a banqueta de pelo branco, junto à consola- toucador. Para a sala, que tem menos luz natural, apostou-se no verde seco e no amarelo-torrado. Uma escadaria sumptuosa dá acesso ao segundo e ao terceiro pisos, unindo a sala que serve de ponto de passagem para todas as divisões. A decoração é minimalista mas sofisticada.

A escolha dos tons azuis, do céu e do rio, que vemos da janela pretende transportar a paisagem exterior para dentro de casa.

A suite principal reparte-se por dois patamares, em baixo fica o quarto e em cima o acesso à casa de banho e ao closet. Para o quarto, a dupla de designers escolheu tons claros, cremes e dourados combinados com madeira de pau-ferro. O complemento, a vista, faz deste o espaço mais cobiçado da casa. Subindo a escadaria principal até ao segundo piso, está um hall, mais uma suíte, a cozinha e a sala de jantar.

Nesta terceira suíte, de novo a opção foram as cores claras, beges e toupeiras, que criam um ambiente tranquilo e elegante. A sala de jantar partilha os mesmos tons da sala de estar, para dar continuidade ao conceito open space. Ao fundo da sala, um móvel-estante dourado serve de apoio, num estilo moderno mas requintado.

Na parede oposta, um quadro contemporâneo completa a ligação e dá ao espaço o ambiente sofisticado e descontraído que está presente em todo este projeto.

FICHA
ANA ROQUE INTERIORES
ANO: 2018
RESPONSÁVEIS PELO PROJETO:
RITA BAPTISTA E TÂNIA SANTOS
ANA-ROQUE.COM


Veja também

Casa flutuante «à prova do futuro» eleva-se se houver uma tempestade