Gucci, Prada e Valentino dizem «Aloha» ao estilo havaiano

Flores, ananases, ondas, papagaios. Vale tudo no que toca a padrões nestas camisas que têm conquistado o mundo. O tempo da camisa branca já lá vai. Agora, o que está na moda é ser diferente. Mas até que ponto esta ainda é uma moda exclusiva?

Fake Alpha Vintage – 1.770 euros

Disponível em Farfetch.com

GUCCI para ela – 1.132 euros

Disponível em Net-a-porter.com

Fake Alpha Vintage – 1.104 euros

Disponível em Farfetch.com

GUCCI – 890 euros

Disponível em Gucci.com

Fake Alpha Vintage – 827 euros

Disponível em Farfetch.com

Valentino – 790 euros

Disponível em Valentino.com

PRADA – 690 euros

Disponível em MrPorter.com

BALENCIAGA – 550 euros

Disponível em Farfetch.com

DOLCE & GABBANA – 525 euros

Disponível em Farfetch.com

GITMAN VINTAGE – 230 euros

Disponível em MrPorter.com

A moda já não é nova. Mas demorou algum tempo até ser completamente aceite. Um dos pioneiros foi cantor/ator Jared Leto, quando em 2014 resolveu usar uma camisa do género durante o Coachella Music Festival, na Califórnia. Adam Levine «ficou ciumento» e dois meses depois foi a vez de o vocalista dos Maroon 5 «imitar» o ator e músico norte-americano. Já para não falar de Bruno Mars que é grande apreciador da moda.

A febre das camisas havaianas estava instalada e já todas as estrelas do «showbiz» tinham uma – pelo menos – no armário. De Harry Styles a Michael Shannon, não faltam fãs desta moda. E claro, as grandes marcas aproveitaram-se disso. Prada, Gucci e Valentino começaram a comercializar o produto.

O mercado foi assim inundado de camisas com folhas, palmeiras, flores, em jeito de convite ao verão. A verdade é que também por cá a moda já pegou. Pode ser que sirva de incentivo e chamamento ao calor.