Noah Surf House: uma casa sustentável com vista para o mar

Do velho se faz novo, numa filosofia sustentável que caracteriza um projeto que foi esta segunda-feira, 16 de julho, inaugurado em Santa Cruz, Torres Vedras. A Noah Surf House Portugal abre as portas com hóspedes de luxo: as seleções nacionais de surf júnior de Portugal e Itália.

Um começo em grande para Gonçalo Alves e Marta Fonseca, proprietários da Noah Surf House Portugal e também fundadores do hotel Areias do Seixo, localizado ali bem perto e o único hotel português a integrar recentemente a lista dos 20 melhores hotéis do mundo da revista Condé Nast Traveller. É em frente ao mar que nasce este projeto, um conceito de surf house que aposta na sustentabilidade e numa forte componente ativa.

Durante a inauguração, esta segunda-feira, os convidados puderam visitar todas as tipologias de quarto, e perceber, vivenciando, o que por ali podem encontrar depois de uma reserva. Com uma capacidade máxima para 96 pessoas, coloca à disposição dos hóspedes dois quartos com vista mar (máximo quatro pessoas); dois quartos terra (máxima 6 pessoas); quatro bunk beds, ou seja, dormitórios (até oito pessoas); e ainda 13 bungalows. Todos com vista mar e cinco deles com cozinha.

A decoração é inspirada no mar, com redes de pesca, e até parte de um barco – imagine-se –, materiais recolhidos da costa portuguesa pelos próprios proprietários. Na receção é um vídeo captado em Portugal por Tym Bonython, um dos mais famosos «filmmakers» de surf mundial, que convida à estadia.

Mas aqui encontra-se também uma decoração inspirada pelo campo. Afinal, estamos na região saloia, zona que se estende a norte e ao longo da faixa litoral a oeste de Lisboa. A evidenciá-lo as bicicletas antigas que «voam» pelas paredes e os motivos florais, junto a antigos – agora novos – cacifos, que convidam os hóspedes a reciclar e a transformar o que têm por casa escondido na garagem. Nada se perde, tudo se transforma. É a lei de Lavoisier aplicada à hotelaria.

É em frente ao mar que nasce este projeto, um conceito de surf house que aposta na sustentabilidade e numa forte componente ativa.

Assumidamente vocacionada para um setor mais «premium», a Noah Surf House Portugal propõe-se a receber famílias. É um conceito que convida à atividade, já que inclui um Sports Center, em que são promovidas várias experiências desportivas. Seja surf, stand up paddle, skate – sim, é verdade, esta surf house tem um skate park incluído – ioga, ou mesmo ginásio. E por que não uma visita à horta que está a crescer no topo desta casa?

A Noah Surf House Portugal tem ainda uma loja, virada para o mercado do surf, claro, com uma área de pranchas e outra de «surfwear», em que se vendem várias marcas, entre as quais, a própria marca Noah: um saco de praia, uma caneca, camisas ou toalhas são alguns dos produtos da marca à venda na «surf store».

Durante a inauguração, os convidados foram descobrindo os vários espaços. Logo junto à entrada principal, surge a loja e o ginásio. Subindo até ao primeiro piso, há uma sala multiusos, que será usada para eventos relacionados com a filosofia do surf; no segundo piso, a receção e uma zona exterior com uma piscina infinita aquecida, com um convidativo pôr-do-sol. No piso superior, um «rooftop» com cocktail bar e jacuzzi exterior. Acima deste, um «solar deck», para banhos de sol.

Quanto a preços, os quartos estão disponíveis entre 220 euros e 275 euros por noite. O grande teste inicial para os proprietários é já a partir desta quarta-feira. A surf house será a «casa mãe» da seleção portuguesa de surf júnior e da seleção italiana. Enquanto os portugueses fazem o «check-in» já esta quarta-feira, a «squadra azzurra» – do surf júnior, claro – chega sexta-feira. Ambas irão competir com outras seleções europeias, durante o Noah Euro Surf Junior, prova integrada no Santa Cruz Ocean Spirit e que termina no dia 29 de julho.