Lisboa tem mais um hostel de luxo e tem tudo para estar entre os melhores

Há mais um hostel de luxo em Lisboa. The Indy House Rooms & Apartments fica localizado no Palácio da Bombarda, no Intendente, e reúne 34 quartos e seis apartamentos com cozinhas equipadas em todos os pisos. A DN Ócio esteve por lá e ainda assistiu ao lançamento do livro «Grand Hostels – Luxury Hostels of the World», da autoria de Kash Bhattacharya, autor do blogue Budget Traveller, e que destaca duas unidades do grupo The Independente Collective.

Texto de Patrícia Tadeia

O cenário não podia ser outro. A apresentação de um livro que reúne alguns dos melhores hostels de luxo só faria sentido num projeto como este. O The Indy House Rooms & Apartments está aberto desde agosto e é um dos projetos do grupo The Independente Collective, que conta com quatro unidades de alojamento entre Lisboa e Porto, duas delas entre as melhores neste livro: o The Independente Hostel & Suites e o The House of Sandeman Hostel & Suites.

A aventura para Kash Bhattacharya – reconhecido pela National Georgraphic como Blogger Of The Year 2016 – começou há quase 10 anos em Edimburgo. Entre vários projetos – desde o lançamento de uma revista para estudantes a trabalhar num bar – Kash lançava o primeiro blogue. Chamava-se «Europe Budget Guide» e já versava um tema que na altura não era o mais «trendy»: hostels. Quando se falava em hostels, por essa altura, a primeira imagem que nos vinha à ideia eram quartos desarrumados ou jovens alcoolizados.

Mas Kash foi mais longe. Com a vida de «blogger de hostels» não fazia sucesso entre as miúdas, confessou durante a apresentação. «Inscrevi-me numa aplicação chamada match.com, na altura ainda não havia o Tinder. Mas chegava sempre a hora daquela frase: ‘I am a hotel kind of girl’ [risos] e a coisa corria mal», conta.

Foi então que em 2012 descobriu um novo mercado, em Portugal. Foi por cá que, ao viajar até ao Gallery Hostel Porto, ou ao Lisbon Poets Hostel, descobriu que era possível falar em hostels de luxo.

Entre junho e dezembro de 2012 visitou 40 hostels, e descobriu destinos incríveis. Durante a apresentação do livro «Grand Hostels – Luxury Hostels of the World», que decorreu no The Indy House Rooms & Apartments, Kash recordou alojamentos em Copenhaga, Florença, Reiquejavique, ou Berlim. Assim nascia o seu primeiro livro: «Luxury Hostels of Europe». A partir daí, o Budget Traveller, chamou a atenção do The Guardian, New York Times, Lonely Planet, Vanity Fair.

Entre junho e dezembro de 2012 visitou 40 hostels, e descobriu destinos incríveis.

Os «luxury hostels» tornavam-se um «megatrend», e acabaram por ditar um novo mercado quem em Lisboa é um segmento muito procurado por turistas. Neste «Grand Hostels – Luxury Hostels of the World», encontram-se vários hostels em Lisboa e no Porto. Mas não só. «É o meu sonho tornado realidade. Mas é também a forma de contar a história do Duarte, do Miguel, do Nuno, e de todos que estão nesta sala e que têm um projeto destes. Mostrar ao mundo que estes não são só locais para ficar, mas o sonho destas pessoas», disse Kash durante a apresentação. «Este livro representa para mim o futuro da indústria da hospitalidade – cada um destes hostels oferece uma experiência única que os hotéis não conseguem replicar», explica ainda.

«O Kash visitou centenas e centenas de hostels nos últimos anos e figurar neste plano, no primeiro grande guia de hostels de luxo, editado por uma das editoras mais conceituadas, a Gestalten, é fenomenal!», reagiu Duarte D’eça Leal, um dos quatro irmãos empreendedores que criaram o The Independente Collective.

Sobre a nova unidade Duarte acrescenta: «O The Indy House surge de uma vontade de criar um projeto de hospitalidade continuamente inovadora como resposta à procura crescente de experiências com forte ênfase na vida local. O Intendente foi um passo óbvio, pois sempre nos identificámos com a Lisboa mais local, independente e alternativa, e o Intendente é sem dúvida um dos bairros que mais invoca esses princípios neste momento.»

Quanto a planos para o futuro, Duarte afirma que o objetivo é continuar a crescer: «Temos abertura prevista para duas novas unidades e outros projetos em linha até 2020, em diversas zonas do país. É importante para nós consolidarmos este crescimento e conseguir afirmar a nossa marca no panorama nacional enquanto uma referência de hospitalidade criativa.»