Furacão faz desaparecer ilha havaiana de sonho

Ilha Havai

Provavelmente nunca visitou a East Island, a segunda maior ilha de um atol (ilha oceânica em forma de anel com estrutura coralínea) a 885 quilómetros de Honolulu, no Havai, e o mais certo é que nunca chegue a pisar aquele território paradisíaco com cerca de 800 metros de comprimento e 120 de largura. O furacão Walaka, uma forte tempestade que afetou aquela zona do pacífico central no início deste mês, destruiu a ilha, deixando-a completamente submersa.

A tempestade de categoria 5 não teve muito espaço nos órgãos de comunicação social porque não atingiu nenhum território habitado. Na East Island, por exemplo, só estavam sete investigadores de vida selvagem, que foram retirados da ilha pouco antes da tempestade. No vídeo que lhe mostramos abaixo é possível ver as filmagens de drone que fizeram em julho.

Vídeo mostra como era a ilha antes de ficar submersa:

A carregar vídeo...

“Houve um momento em que pensei: ‘Oh meu Deus, foi-se’. É mais uma brecha na parede da rede de diversidade do ecossistema deste planeta que está a ser desmontada“, explicou Chip Fletcher, cientista da Universidade do Havai, ao jornal regional Honolulu Civil Beat.

Os especialistas já afirmaram que a subida do nível do mar vem também pôr em risco outras ilhas e destinos de praia, como é o caso de Miami, nos EUA.

O antes e depois da ilha, antes do furacão

Quer alugar esta ilha paradisíaca nas Caraíbas?