Família paga 88 mil euros a fotógrafo para viajar com ela pelo mundo

Fotógrafo deve estar disponível para começar a trabalhar a partir de fevereiro. (iStock)

Atenção fotógrafos. É tempo de agarrar no passaporte e fazer as malas. Há uma família disposta a pagar 100 mil dólares por ano, mais despesas de viagem, ao profissional ideal para este trabalho: viajar com eles pelo mundo e captar os melhores momentos.

O site Perfocal [que coloca os fotógrafos em contacto com quem os quer contratar] não perdeu tempo e contactou a família. «Recebemos uma resposta da família britânica que está à procura de um fotógrafo profissional de ‘lifestyle’ para viajar com eles e captar os momentos de família, ao mesmo tempo que recebe 80 mil libras», lê-se no site.

De acordo com o anúncio procuram-se profissionais com pelo menos cinco anos de experiência na área e disponíveis para viajar, a partir de fevereiro, por períodos de 3 meses (de cada vez) pela Europa, América e Austrália.

Entre as viagens o fotógrafo terá ainda de acompanhar a família durante o Gran Prix de Formula 1 no Mónaco e Abu Dhabi, fazer mergulho nas Maldivas, esqui em Vale de Isère e viajar até ao Rio de Janeiro no Carnaval.

O anúncio, se esperava, tem sido um êxito. A DN Ócio contactou o site Perfocal e ficou a saber mais. «Estamos a processar uma grande quantidade de inscrições. Recebemos mais de 5.000 inscrições de todo o mundo! Cerca de um 250 mil de pessoas visitaram nosso blog nos últimos 10 dias», explicou fonte da página.

Mas o caso não é único. No ano passado, o The Sun dava conta de um casal com quatro filhos (2, 5, 7 e 15 anos) que estava à procura de uma babysitter que viajasse até aos Barbados.

O salário anual era de 110 mil euros e entre as vantagens quem ficasse com o trabalho teria acesso a uma frota de carros desportivos e jantaria em restaurantes Michelin para o resto da vida. Em contrapartida, o candidato teria de ser formado em psicologia infantil, não ter filhos e pelo menos 15 anos de experiência.