Música clássica abre ciclo de concertos «Noites de Queluz» no Palácio

As «Noites de Queluz» começam na próxima sexta-feira, dia 19, com uma viagem que acompanha a evolução da sonata para violino e piano, visitando obras de Mozart, Beethoven e de um quase desconhecido compositor italiano. As Noites de Queluz são uma iniciativa da Parques de Sintra com direção artística de Massimo Mazzeo.

O ciclo «Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie», integrado na 4.ª Temporada de Música da Parques de Sintra, inaugura no dia 19 de outubro, com um concerto que tem por protagonista o pianoforte Clementi, instrumento histórico de c. 1810, que integra as coleções do Palácio Nacional de Queluz.
Na Sala da Música, às 21h30, Francesca Vicari (violino) e Stefania Neonato (pianoforte) apresentam o programa «As várias faces de um mesmo género», no qual se explora as diversas formas sob as quais se fez o diálogo entre violino e piano.
O concerto abre com duas sonatas de Mozart para violino e piano, editadas pouco depois dele se instalar em Viena. Segue-se uma sonata de Giacomo Gotifredo Ferrari (1763-1842), italiano que fez a maior parte da sua vida em Inglaterra. O concerto termina com a conhecida Sonata «Primavera», de Beethoven.
O tenor inglês Ian Bostridge, referência mundial no canto lírico, estreia-se nas Noites de Queluz, no sábado, 20 de outubro (21h30). Com a pianista Saskia Giorgini, apresenta, na Sala do Trono, o programa «Dos salões londrinos até à sala de concerto», com sonatas e canzonettas de Joseph Haydn e o famoso ciclo «A Bela Moleira», de Franz Schubert. Este repertório constitui um compromisso entre um serão num salão aristocrático londrino (as peças de Haydn) e um recital numa sala de concertos propriamente dita (o ciclo de Schubert).
«Muera Cupido – A tradição musical teatral em Espanha em 1700» é o título do concerto de domingo, 21 de outubro, às 21h30, na Sala do Trono. O ensemble Accademia del Piacere regressa a Portugal depois de, em julho, ter atuado no ciclo «Reencontros – Memórias Musicais no Palácio de Sintra», no âmbito desta mesma temporada. Agora, a Accademia del Piacere partilha o palco com o soprano Nuria Rial, num programa que explora a introdução da música italiana no panorama musico-teatral autóctone do país vizinho por inícios do século XVIII.
O ciclo Noites de Queluz é uma iniciativa conjunta da Parques de Sintra e do Centro de Estudos Musicais Setecentistas em Portugal (CEMSP), tendo por diretor artístico o maestro Massimo Mazzeo.