Cinema em agosto: Bollywood no museu ou Casablanca na relva

Em pleno verão, tempo para rever os clássicos, numa manta na relva, no museu ou em sala. Há muitas e variadas propostas, com tanto para ver que o melhor é fazer uma agenda cinéfila e reservar lugar. As luzes vão apagar-se e o grande ecrã iluminar-se.

Por Marina Almeida

Bollywood no Museu do Oriente
Todos os domingos de agosto, o Museu do Oriente, em Lisboa, abre as portas ao cinema. O museu programou um ciclo de cinema de Bollywood em parceria com a Embaixada da Índia. Sempre às 18.00 com entrada gratuita, mediante levantamento de bilhete no próprio dia. Todas as sessões são legendadas em português e para maiores de 12 anos. O ciclo abre a 4 de agosto com Jolly LLB, de Subhash Kapoor, segue dia 11 com Bhaag Milkha Bhaag [Corre, Milkha, Corre], de Rakesh Omprakash Mehra, a 18 com Prem Ratan Dhan Payo [Encontrei um tesouro chamado Amor], de Sooraj R. Barjatya e encerra a 25 com Stanley ka dabba [A Lancheira do Stanley], de Amole Gupte. Toda a programação aqui.

Imagem de Stanley ka dabba [A Lancheira do Stanley], de Amole Gupte, que passa dia 25
Os heróis do Esplendor na Relva
É já um clássico do verão. Em agosto, os maravilhosos jardins do palácio de Monserrate estão abertos à noite para sessões de cinema muito especiais. O cineasta João Mário Grilo escolheu como tema deste regresso Heróis, e por ali vão passar vários incontornáveis, como Rick de Casablanca (dia 2), Travis, o Taxi Driver (dia 9), ou Indiana Jones (Os Salteadores da Arca Perdida, dia 23). Mas há mais: Annie Hall, de Woody Allen, dia 3, Doutor Estranhoamor, de Stanley Kubrick, dia 16, 2001: Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick, dia 17 ou Tubarão, de Steven Spielberg, no dia 24. O programa encerra com Intriga Internacional, do mestre Alfred Hitchcock, no dia 31. Há ainda as matinés infantis, às 16.00, e as sessões mistério, às 24.00 – ambas no auditório do Parque de Monserrate. Aconselha-se uma manta e agasalhos – é verão, mas também é Sintra… Programa aqui, bilhetes aqui.

Casablanca, de Michael Curtiz (1942), abre o ciclo Esplendor na Relva

Pulp Fiction: os 25 anos no Monumental
O Cinema Monumental, no Saldanha, em Lisboa, recheou os fins de semana de agosto de cinema. Oportunidade para rever alguns títulos e assistir em primeira mão à estreia de outros. Um dos pontos altos desta programação é Pulp Fiction, o já clássico de Quentin Tarantino, que se estreou há 25 anos. A cópia digital restaurada é exibida no sábado, 24, às 21.00. O mês cinéfilo do Monumental abre no dia 3, com O Sacrifício, do cineasta russo Andrei Tarkovski (14.00), dia em que estreia Onde está Você, João Gilberto?, de Georges Gachot. Outros destaques são a antestreia de Dor e Glória, de Pedro Almodôvar (dia 31 às 21.30), ou Stromboli, de Roberto Rossellini Dia 17 às 14.00, integrado no ciclo dedicado a este realizador).

Pulp Fiction estreou-se há 25 anos. O Monumental vai voltar a exibir o filme de culto de Quentin Tarantino no dia 24 de agosto

Cinema ao ar livre em Tróia e Oeiras
O ciclo de cinema NOS assentou arraiais este verão em Tróia e em Oeiras. Em Troia, pelo Jardim da Alameda Pinheiro Manso vai passar muito cinema de animação, com sessões gratuitas às sextas e sábados. The Incredibles 2 (9 de agosto) e Mamma Mia. Here we go again! (dia 10), ou A Bela e o Monstro (dia 17) são algumas das propostas. Em Oeiras, a tela está instalada na Marina de Oeiras e as sessões decorrem às quintas e sextas-feiras. O ciclo abre com Hellboy, no dia 1, e encerra com Shazam, dia 31. As sessões são sempre às 21.30. Todo o programa aqui.

Mr. Link, para ver ou rever no Cine NOS