Grafitaram a montra da TOD’s em Lisboa

Edis One é o responsável pelo graffitis da montra da TOD’s. Mas não é um criminoso. O artista de 27 anos foi convidado pela marca para “animar a loja” e fazer uma aproximação da insígnia a um público mais jovem.

Texto de Carla Macedo

O graffiter português assume que antes deste convite “não conhecia muito bem a marca” e que lhe parece uma boa ideia que empresas de luxo recrutem jovens artistas para as suas fileiras de criação. Mas agora também diz “Tod’s forever” e ri-se.

Edis One é designer de formação e “depois de ter regressado da Alemanha e ter visto que os salários eram tão baixos” decidiu ser artista plástico. O caráter efémero da street art que faz não o incomoda. “A nossa cultura é essa. Eu comecei por ser vândalo. Nós estamos habituados a isso: a que a peça seja apagada. Se isto fosse para sempre não tinha tanta piada“. Diz ser, na verdade, um estímulo para o aperfeiçoamento. Assume-se como metódico e por isso utiliza técnicas como o trabalho com cortiça e o azulejo como rotina. Regista todas as suas obras em fotografia.

“Com os apoios das Câmaras Municipais e com os apoios das marcas, como a Tod’s, já passámos da fase do vândalo para a do artista”

Apesar dos preconceitos que Edis One diz ainda existirem em relação a esta arte urbana, o artista refere que essa ideia está a mudar “Já começa a haver uma certa tolerância do cidadão comum para a arte urbana. Com os apoios das Câmaras Municipais e com os apoios das marcas, como a Tod’s, já passámos da fase do vândalo para a do artista. As pessoas começam aceitar cada vez melhor o que fazemos.”

street artist Edis One

A graffitização da montra da loja da Tod’s na Avenida da Liberdade, em Lisboa, não foi caso único. Por toda a Europa, a marca chamou artistas urbanos para tornarem as montras lojas mais radicais e chamativas, de forma a conseguirem captar a atenção do público mais irreverente. Para Edis One é uma aposta ganha: “Acho que o poder que esta arte tem é que toca qualquer público, chama a atenção de qualquer público. É uma arte que faz parar as pessoas. Acaba por dar mais notoriedade à marca.”

Esta chamada de atenção na rua para a TOD’s acontece numa altura em que a marca se renova e prova dessa renovação é a linha de calçado lançada esta estação: a par dos mocassins em pele surgem ténis em couro perfurado, com aplicações de corda, franjas e tons metalizados, para senhora, e para homem sapatilhas com cores vivas das quais se destacam as verdes.

street artist Edis One